WWDC 2018: macOS Mojave


Durante a WWDC 2018, conferencia da Apple para desenvolvedores, a maçã lançou a atualização para o seu sistema operativo de computadores, o macOS Mojave Um dos principais destaques é o Dark Mode, basicamente é um visual com modo escuro, que usa um brilho mais suave e usa um esquema de cores, que numa longa utilização do equipamento é menos agressivo para os olhos..



A Apple também decidiu criar uma nova forma de organizar o seu Ambiente de Trabalho, o que chamou de “stacks”, “pilhas” em português. Basicamente faz com que todos os arquivos que estão no ambiente de trabalho fiquei automaticamente organizados por tipo de ficheiros, todas as imagens, todos os pdf, todos vídeos. Estes são automaticamente empilhados mal que são colocados no ambiente de trabalho.



A nível de segurança, agora o Safari vem equipado com o Intelligent Tracking Prevention, que bloquea as ações que não possuem permissão, impede o rastreamento de sites. O acesso ao histórico de emails, mensagens, aplicações, câmara e microfono passam a precisar de aprovação do utilizador.

Além destas mudanças, a Mac App Store recebeu um novo visual, ficando mais semelhante à App Store, além de vir com uma maior gama de produtos da Microsoft, Adobe, entre outros.  No Finder, o “Gallery View” permite ver uma pré-visualização, que permite algumas ações rápidas como girar as imagens. 




Com esta nova versão do macOS consegue-se controlar todos os aparelhos que estão ligados ao HomeKit. Os Screenshots vem com mais opções de manipulação da imagem capturada. E uma nova funcionada que permite compartilhar uma imagem de um iPhone ou iPad para o computador de uma forma rápida é a Continuty Camera.

O macOS Mojave chega aos computadores de foma oficial entre setembro e dezembo.

Comentários