bq e Meizu serão as primeiras a lançar smartphones com Ubuntu




A Canonical anunciou a parceria com dois produtores de dispositivos moveis, a bq (Espanha) e a Meizu (China), para desenvolver e distribuir mundialmente os primeiros smartphones com sistema operativo Ubuntu.


Segundo o acordo, os primeiros aparelhos deverão ser lançados ainda este ano e já receberam um forte apoio dos principais operadores mundiais de telecomunicação.

Existe a possibilidade de haver mais detalhes revelados durante a MWC 2014, existindo mesmo a possibilidade de aparecer  alguns destes aparelhos, neste evento. 

Em baixo pode ver um excerto do comunicado de imprensa:


A Canonical anuncia a celebração de acordos de parceria com dois produtores mundiais de dispositivos móveis para o desenvolvimento e distribuição mundial dos primeiros smartphones com Ubuntu: bq (Espanha) e Meizu (China). O acordo prevê o lançamento, em 2014, dos primeiros dispositivos com Ubuntu, tecnologia que já recebeu também um forte apoio dos principais operadores mundiais de telecomunicações que, inclusivamente, já manifes- taram interesse em trabalhar com os principais fabricantes para lançarem os primeiros dispositivos com Ubuntu ainda este ano. 

Os programas de desenvolvimento com os parceiros já tiveram início para oferecer aos consumidores de todo o mundo uma experiência de utilizador inédita em dispositivos de gama média e alta. Os dispositivos estarão disponíveis para compra online através de bq.com, Meizu e Ubuntu.com. 
O Ubuntu introduz um novo paradigma no mundo das interfaces para dispositivos móveis, colocando os conteúdos e os serviços no centro da experiência de utilizador, em vez de os esconder em stores ou apps, proporcionando-lhe, uma nova e enriquecedora forma de aceder e interatuar com os seus conteúdos favoritos (vídeos, música e outros conteúdos móveis). Para além disso, apresenta uma série de ferramentas comuns para que operado- res e fabricantes possam personalizar os seus dispositivos sem provocar a fragmentação das plataformas. Desta forma, os principais fabricantes mundiais têm a oportunidade, sem prece- dentes, de customizar os seus equipamentos.

Fonte | Ubuntu

Comentários