Avançar para o conteúdo principal

MOBILE LAB explica Matemática e Física aos alunos do secundário





Foi ontem lançado o MOBILE LAB, um novo portal de conteúdos multimédia que pretende explicar de forma clara o funcionamento das comunicações móveis, ao mesmo tempo que permite aos alunos do ensino secundário (10.º, 11.º e 12.º anos) consolidarem os seus conhecimentos de Matemática e Física. 

Desenvolvido pela Vodafone Portugal em parceria com o INOV-INESC, a Direção-Geral da Educação e a Direção-Geral da Saúde, o novo portal apresenta-se como uma plataforma interativa de conteúdos – texto, vídeo e laboratórios de experiências – que cruza a aprendizagem dos jovens na escola com os princípios do funcionamento de um sistema de comunicações móveis. 

O objetivo da nova ferramenta é estimular os alunos a apropriarem-se dos conhecimentos abordados em alguns dos temas lecionados nas disciplinas de Matemática A e Física e Química A – em que, usualmente, se registam maus resultados escolares – através da exploração de conteúdos multimédia. O portal MOBILE LAB está acessível a partir de ontem através do endereço http://mobilelab.dge.mec.pt.

O funcionamento das comunicações móveis é demonstrado através da aplicação de vários conteúdos da Matemática A e da Física e Química A. No caso da Matemática A, o MOBILE LAB permitirá aos alunos aplicar e testar os seus conhecimentos nas áreas de Estatística, Trigonometria, Probabilidades e Funções, entre outros temas. Já em Física e Química A, os alunos podem encontrar “descodificados” conceitos como os de Ondas Eletromagnéticas, Fibras Óticas, Digitalização e Bandas de Frequência. Todas as explicações contidas no portal têm por base os atuais conteúdos programáticos do 10.º ao 12.º anos de ambas as disciplinas. 

Para além da informação criada para os alunos, o MOBILE LAB inclui ainda uma área de acesso reservado a professores, com os conteúdos teóricos abordados – e sugestões de exercícios adicionais, que tanto podem ser discutidos em aula, como sugeridos para ambiente de autoestudo. 

Para a Vodafone Portugal, o desenvolvimento do MOBILE LAB é uma forma de materializar o compromisso da empresa em desmistificar o princípio de funcionamento das comunicações móveis junto do público em geral, neste caso específico com particular enfoque nos mais jovens. O envolvimento da empresa com os diversos parceiros do projeto permitiu criar uma ferramenta valiosa para o ensino de alguns conceitos da Matemática e da Física, tornando possível visualizar diversos conceitos abstratos através da utilização das tecnologias de informação e comunicação.  

Para o Professor Luís M. Correia, Investigador Coordenador do INOV-INESC e Professor do Instituto Superior Técnico, «o desafio lançado pela Vodafone Portugal foi acolhido com entusiasmo, pois o trabalho educativo ao nível das comunicações móveis não é novo para nós». Ainda de acordo com este responsável, «a ideia fundamental foi a de usar algo muito conhecido dos alunos, os telemóveis, para os ajudar a perceber o seu funcionamento e para compreenderem como a Matemática e a Física são usadas nestes sistemas de comunicações».

Após um ano de piloto em quatro estabelecimentos de ensino – Escola Secundária Daniel Sampaio, em Almada; Escola Secundária António Damásio e Escola Secundária Braamcamp Freire, em Lisboa; e Escola Secundária Fontes Pereira de Melo, no Porto –, o MOBILE LAB recebeu diversas otimizações decorrentes das experiências de utilização dos alunos e professores que já estão a usufruir da ferramenta. O objetivo é implementar e alargar a utilização da plataforma à restante comunidade escolar do país.

Comentários

Mais Lidas

Saiba Agora as Causas dos Incidentes com o Samsung Galaxy Note7

Após vários meses de investigações rigorosas, a Samsung revelou a causa dos incidentes registados com o Note7 e as medidas que serão tomadas para evitar que esta situação se repita.



A conclusão foi a que todos nós já suspeitávamos, os problemas deverem-se a anomalias nas baterias dos aparelhos.

Com base nas conclusões da investigação, a Samsung implementou uma série de processos de controlo de qualidade e segurança, com vista a assegurar a segurança dos produtos, incluindo protocolos adicionais, tais como medidas de segurança multicamadas e um processo de verificação de segurança da Bateria, composto por 8 critérios. Para garantir uma perspetiva clara e objetiva nos processos de verificação da segurança das baterias, a Samsung formou um Grupo de Aconselhamento sobre Baterias (“Battery Advisory Group”) composto por conselheiros externos, académicos e investigadores especialistas.





Review HUAWEI P9 lite

HUAWEI P9 lite


Depois de analisar aqui, no Aki Há Tecnologia, o Huawei P9 e o Huawei P9 Plus, ficou a falta a análise do irmão mais novo desta família. Por isso aqui está a Review do Huawei P9 lite.

Depois de algumas semanas a analisar o Huawei P9 lite, algo que posso dizer com toda a certeza é que, durante a utilização do aparelho, por vezes me esqueço que não estou a usar um topo de linha, mas sim um aparelho de gama média com o preço a rondar os 330 euros, sendo possível adquirir o aparelho por um preço mais em conta, junto das operadoras.

Vou passar à análise em si, onde vou falar sobre todos todos os aspetos, mas de uma forma mais resumida que nas análises de equipamentos topo de Gama que costumo fazer, aqui no Aki há Tecnologia, como na Análise do Huawei P9 e P9 Plus.


Especificações técnicas

 Tamanho Altura 146,8mm Largura 72,6mm Profundidade 7,5mm Peso Cerca de 147g

ASUS ZenFone AR o Primeiro Smatphone com 8 GB de RAM

A ASUS apresentou na CES 2017 os seus dois novos smartphones o ZenFone AR e o ZenFone 3 Zoom.

O Zenfone Ar fo desenvolvido, como o proprio nome indica a pensar na realidade aumentada (AR, em portugues RA) e na realidade virtual (RV). Sendo o primeiro smartphone  com suporte para Tango e Daydream.

O Tango é o conjuto de sensores e software da Google, que proporcionam a RA enquanto que o Daydream é a plataforma da Google e suporya as apps Daydream VR.

O ZenFone AR é o mais fino e leve dispositivo Tango, graças ao sistema ASUS TriCam, um sistema de três câmaras que consiste numa câmara principal de 23MP, uma câmara de motion-tracking, e uma terceira de avaliação de profundidade de campo.

Em termos de especificaçoes tecnicas o aparelho conta com um poderoso processador Qualcomm Snapdragon 821 otimizado para Tango e é o primeiro smartphone do mundo com 8GB de RAM. Um ecrã Super AMOLED de 5,7” e uma nova coluna de cinco ímanes. Trazendo coo sistema operativo o Android 7.0 Nougat.